|Três Anúncios Para um Crime| Crítica

tresanunciosparaumcrime_1-750x380

Confira a crítica de Três Anúncios Para um Crime

Frances McDormand vive neste longa Mildred Hayes, uma mãe que perdeu sua filha em um crime brutal e o responsável nunca foi encontrado e a polícia não possui nenhuma pista que possa leva-lo a prisão. Em uma tentativa desesperada de conclusão, ela aluga três outdoors em uma estrada abandonada onde pede justiça.

Após este evento somos apresentados aos outros personagens, o xerife Bill Willoughby (Woody Harrelson), onde a mãe coloca a culpa por não ter sido resolvido o crime, o policial com problemas emocionais Jason Dixon (Sam Rockwell) que mostra em diversas cenas de como Jason muda se “modo operanti” dependendo da carga da cena.

Como o filme se desenrola entorno desse fato, é impecável, pois sabe quando fugir do foco principal e usar o grande elenco que possui e seguir por um caminho fora do usual quando se trata de um longa onde um crime precisa ser desvendado.

Cada personagem é afetado diferente pela história, onde podemos observar grandes atuações, Frances traz um Milfred desesperada, com raiva e disposta a tudo para chegar a uma conclusão. O Xerife que leva em seus ombros, a culpa por não ter resolvido o caso, mas entende todas as ações da mãe em questão e o policial Jason que muda constantemente de humor, seja por raiva de Milfred, pelo afeto que possui pelo xerife ou amor ao seu trabalho.

Uma ressalva positiva tem que ser feito a atuação de Sam Rockwell em Jason, ele muda o tempo inteiro durante o longa, é uma atuação intensa e o espectador fica em dúvida se suas ações são justificadas ou não. Uma grande atuação, digna de premiações.

O filme tem no crime sua trama principal, mas o longa consegue falar das consequências dele na cidade e nas pessoas, pode levar inclusive o espectador a sentir empatia pelos personagens, afinal são atitudes tão críveis que fazem sentido para a trama.

Três Anúncios Para um Crime consegue trazer uma história perfeita, seja por sua trama principal ou por que ela causa na história. Vale a visita ao cinema com toda a certeza.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s