│Ciclo Das Trevas│ Uma fantasia sombria

lança-do-deserto

Ciclo das Trevas vem na onda dos muitos títulos de fantasia, no qual vemos com mais frequência nas livrarias, seja devido a popularização de séries como Game of Thrones, ou as obras de J. R. R. Tolkien, criando uma demanda de ávidos leitores que tem vontade de conhecer novos universos fantásticos.

Neste cenário surge a série de livros Ciclo Das Trevas da editora DarkSide Books, sob um selo que já classifica a obra em seu subgênero, o dark Fantasy, ou seja, história de fantasia que possuem um teor mais pesado e adulto, com doses maiores de violência, tanto moral como prática, com descrições de desmembramentos a exemplo, constitui assim um clima mais sombrio e por vezes flertando muito com o terror.  Todos estes elementos são encontrados na obra de Peter V. Brett, no qual já se tem lançado 3 livros no Brasil de um total de 5 até o momento.

Adentrando a história, Ciclo Das Trevas traz um mundo, onde as pessoas são aterrorizadas todas as noites por criaturas das profundezas, demônio elementais, variando em tamanho e aparência. A única coisa que as protege são runas antigas deixadas pelo salvador, figura mítica responsável por reunir todos os povos e expurgar todas estas criaturas num passado a muito esquecido, devido a própria humanidade, pelo qual não tendo mais as criaturas entra numa era da ciência e pouco a pouco vai abandonando a magia e esquecendo os símbolos antigos, esta era desemboca num período pós apocalípticos, e os humanos agora voltando a se reerguer tem de lidar com a volta das criaturas da noite, contando apenas com as runas de proteção, defesa para as casas e cidades, vivendo em total reclusão e medo atrás das frágeis proteções, na dependência de que nenhum efeito externos pode enfraquecer ou perder seu poder, a exemplo um símbolo desenhado na terra para fazer uma barreira de defesa, se for coberto, ou obstruído perde seu efeito, não rebatendo mais ás criaturas e impedindo seu avanço.

Depois desta breve apresentação segue em linhas gerais, os acontecimentos de cada livro sem entregar as surpresas reservada a leitura:

  • Ciclo Das Trevas: – O Protegido:

Sendo o primeiro livro da série, é o qual vai apresentar este rico universo, passando por todo o reino de Thesa, no qual conhece através do crescimento dos três protagonistas, Arlen, Leesha e Rojer e pela ótica deles vai ser inserido no clima de medo, elemento sempre constante e o desejo dos mesmo de superar tal sentimento, que assola a todos e tirar a humanidade desta era de trevas.

  • Ciclo Das Trevas: – A Lança do Deserto:

Este tomo reapresenta eventos que ocorreram no primeiro livro, sob a visão do personagem Jardir, que acompanhamos desde a infância. Devido a esta nova ótica temos uma inversão, no primeiro livro conhecemos o reino de Krasia com olhos de um estrangeiro, no qual toma conhecimento de ser o único lugar onde os homens combatem as criaturas, mesmo sem possuir as runas de combate, dentro a um labirinto. Ao acompanhar a vida de Jardir há um aprofundar mais neste reino, conhecendo melhor sua cultura, e as divisões sociais, segregação daqueles que não lutam com as criaturas. Logo no prólogo deste livro também nos é apresentado um novo tipo de criatura das profundas.

  • Ciclo Das Trevas: – A Guerra da Luz:

Este livro culmina consequências diretas dos livros anteriores e para não entregar elementos mais contundentes da trama, ficamos no focar de um dos objetos já apresentados nos livros anteriores, mas é neste que há uma explanação maior. São os dados que permite ver o futuro, um sistema de oráculo usado pelas mulheres de Krasia, feitos de ossos de alagai (demônio no idioma Krasiano), lembrando os muito famosos D20, usados nos jogos de RPG, no qual, na própria capa se tem um vislumbre deles, compreendendo melhor como se dá as previsões de futuros possíveis e como são obtidos em capítulos intercalados, que mostra o passado de Inevera.

Voltando a visão geral os elementos de mágicos das runas são muitos bem desenvolvidos, compreendendo bem seu funcionamento e como os personagens se utilizam da mesma, no qual a empolgação na leitura, fica em êxtase em vários momentos, onde se dá a ação, sendo muito bem descrita.

Por fim, é uma construção de mundo muito rico, onde vai ter vários aspectos abordados, seja o contexto de crença, política e desenvolvimento dos personagens frente aos acontecimentos externos. Fica um último adendo quanto a obra trazer em seu cerne temas pesados que pode gerar incômodos, mas é muito bom a leitura e apesar de ser livros grandes, onde o primeiro é o menor com 520 páginas, a leitura se dá de maneira rápida em especial as cenas de batalhas e ataques da criatura, onde quando menos se percebe já devorou boa parte do livro. E tomara que a DarkSide Books traga logo os próximos livros, pois é comum eles terminarem com um gancho e este do terceiro é de ficar avido para ter logo o próximo livro em mãos.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s