| Homem Formiga e a Vespa | Crítica

homem-formiga-e-a-vespa-capa

Confira a crítica de Homem Formiga e a Vespa

Depois do soco no estômago que foi Vingadores: Guerra, temos aqui o primeiro filme pós seus eventos, mas calma antes desta dupla encontrar o titã Louco, temos uma história para contar de como a equipe é formada.

Homem Formiga e a Vespa se passa após os eventos de Capitão América: Guerra Civil, onde Scott Lang (Paul Rudd) fica preso em prisão domiciliar após eventos do longa, principalmente os eventos ocorridos no aeroporto da Alemanha. Temos no primeiro ato do filme essa construção de como este evento mudou radicalmente a vida do Sr. Lang. Uma construção necessária.

Após isso, é quando o filme pega finalmente ritmo de uma forma um pouco inesperada, pois não se trata de simplesmente reunir Hope (Evangeline Lilly) e Hank Pym (Michael Douglas) e Scott. O trabalho agora é mais árduo, como Scott foi e voltou do reino quântico. Isso significa que a Janet Van Dyne (Michelle Pfeiffer) pode estar lá. E o filme roda entorno disso, mas um enredo simples tem muitas reviravoltas, o que torna Homem Formiga e a Vespa um ótimo filme da Marvel Studios, pois ele tem um ritmo rápido e intenso o que faz as duas horas de longa nem serem sentidas.

Todo elenco é bem aproveitado, seja ao utilizar a boa veia cômica de Paul Rudd, a ótima atriz de ação que Evangeline se mostrou ser nos seus últimos trabalhos. Inclusive a Vespa neste longa é um dos pontos altos. Peyton Reed, diretor de Homem Formiga e a Vespa soube utilizar muito bem os poderes dela e as dimensões que estes personagens precisam. Se você leu alguma vez os quadrinhos destes personagens sabe que eles só são legais se as proporções forem bem utilizadas. E Peyton se sai muito bem neste aspecto. A ação do filme é computação bem afinada e coreografada. Mais pé no chão que a maioria dos longas Marvel, mas na medida que esse mundo precisa.

Um bom acerto deste longa também é a vilã, Fantasma (Hannah John-Kamen) não quer aquela coisa clássica da vilã que quer dominar o mundo. Ela tem um problema e quer consertá-lo e para isso ela não mede esforços. Tudo ocorre de uma forma crível, fazendo até que o espectador crie certa empatia. Afinal resultados desesperados requerem medidas desesperadas. E de uma forma inédita até agora no universo Marvel ela pode ser um acerto no futuro. Como a Marvel fez com o Loki. É cedo dizer, mas podemos ver mais da personagem do futuro.

O longa tem os moldes do universo Marvel, simples, focado na comédia, focado nas interações dos personagens do jeito já estabelecido. Neste ponto Homem Formiga e a Vespa é igual a todos os filmes anteriores de personagens, não se sobressai, mas ajuda a dar mais detalhes ao universo cada vez maior da editora nos cinemas.

Então vá logo ao cinema assistir o novo acerto da Marvel e se prepare para ficar perdido (no bom sentido) nas proporções e ações de Homem Formiga e a Vespa.

Entendas as cenas pós créditos do longa: | Homem Formiga e a Vespa | Entenda as cenas pós créditos

Um comentário

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.